segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Tapes: Exposição de Orquídeas movimenta final de semana

Tapes: Exposição de Orquídeas movimenta final de semana
Em sua 17ª Edição Regional e 7ª Edição Estadual, a exposição de orquídeas movimentou o final de semana dos turistas e tapenses, quando trouxe para a cidade, mas de 300 espécies desta planta, com 21 expositores de 12 cidades gaúchas. 
Segundo Cláudio Alencastro, Presidente da Federação Gaúcha de Orquidófilos, esta exposição em Tapes se tornou referencia no meio dos produtores e colecionadores, além de projetar a cidade de Tapes como a capital da orquídea Cattleya Leopoldii, espécie de nossa região lacustre, com matas nativas e figueiras que propiciam um ambiente ideal para a espécie.
A boa visitação do evento, com públicos de diferentes idades e a possibilidade de aquisição de vasos com flores de diversas espécies de orquídeas expostas, atraiu a atenção de turistas, que em excursões vindas de Feliz e São Sebastião do Caí aproveitaram para tirar fotos, fazer compras e depois seguirem caminho a Arambaré, onde aproveitariam as praias naquela cidade. 
Cláudio, que assumiu a Federação dos Orquidófilos em 2010, foi reeleito para continuar em 2012/2013 o trabalho de organizar a categoria, dando-lhes condições legais e fiscais de atuarem neste negócio lucrativo, desde que atento as tecnologias e responsabilidades perante os órgãos públicos de proteção ambiental. 
Federação amplia organização interna 
A frente da Federação, o presidente Cláudio, tem três eixos de ação, dois deles já estão sendo conquistadas, como a regularização da atividade de produção junto a SEMA e IBAMA, e a regularização fiscal de recolhimento de impostos, com a emissão da nota de produtor. 
A terceira ação, em andamento, é a regularização das licenças fito-sanitárias para que as espécies oriundas de viveiros de produtores estejam isentas de doenças que possam comprometer a qualidade da planta. 
Dentro de ações para as melhorias internas, Claudio aponta as capacitações e qualificações de juízes para atuarem em exposições e a reclassificação das espécies. Outra proposta em andamento, é a reestruturação do Conselho Técnico, que conta com 62 membros, duas pessoas de cada uma das 31 afiliadas a Federação Gaúcha dos Orquidófilos. Nesta exposição, estavam presentes produtores e colecionadores de Bento Gonçalves, Osório, Guaíba, Cerro Grande do Sul, São Sebastião do Caí, Cruzeiro, Feliz, Sapucaia, Tapes, Camaquã, Porto Alegre e Lajeado. 
Tapes é destaque na orquidofilia 
Para Cláudio Alencastro, com ligações familiares em Tapes, o destaque que teve a difusão da Cattleya Leopoldii no meio orquidófilo, projetou a cidade e seu trabalho, que hoje está segundo ele, muito solicitado pelo continuo interesse de Prefeituras de diversas regiões em apoiarem este trabalho, direcionando recursos para que sua população tenha este atrativo, além de proporcionarem um lazer cultural e entretenimento para turistas e seus munícipes. 
Com este apoio público, consegue proporcionar melhores estruturas e condições de exposição, além de ampliar a difusão deste segmento para um publico maior, ampliando as vendas e o conhecimento das pessoas sobre esta cultura dedicada as orquídeas. 
Fonte: REDE Os Verdes/Por Júlio Wandam

Nenhum comentário: