sábado, 7 de janeiro de 2012

Mapuches negam autoria de incêndio criminoso após acusações do governo chileno

Mapuches negam autoria de incêndio criminoso após acusações do governo chileno
Principal etnia indígena do país afirma que intenção de Piñera e Hinzpeter é de militarizar região sul do país
A série de grandes incêndios que atingiu o Chile desde a semana passada acabou criando uma nova polêmica política e social no país. Nesta sexta-feira (06/01), o presidente Sebastián Piñera e o ministro do Interior, Rodrigo Hinzpeter, insinuaram que os responsáveis pelos incidentes teriam sido membros da comunidade mapuche Arauco Malleco
Em entrevista ao Opera Mundi, a líder mapuche Natividad Llanquilleo desmentiu categoricamente as acusações de Piñera e Hinzpeter, denunciando que a intenção do governo é simplesmente militarizar a região arrasada pelos incêndios no sul do Chile. Próximo à área dos incêndios estão algumas das comunidades mapuches com mais conflitos com o governo.
Os mapuches, principal etnia indígena do país, se concentram em La Araucanía, no sul do Chile, onde enfrentam desde os anos 1990 empresas agrícolas e florestais por causa da propriedade de terras que consideram ancestrais.
Fonte: Ópera Mundi

Nenhum comentário: