sábado, 17 de setembro de 2011

Para refletir sobre os destinos da Humanidade I

O homem foi presenteado com a razão, com o poder de criar, acrescentando coisas àquilo que já existe.
Mas até agora ele não tem sido um criador, só um destruidor.
Florestas desaparecem, rios secam, a vida selvagem se extingue.
A terra fica a cada dia mais pobre e mais feia. 
Anton Chekhov (1860-1904) 
Escritor e dramaturgo russo

Nenhum comentário: