.

.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

11/11/11 DIA DE AÇÃO GLOBAL PELO BEM COMUM

11/11/11

DIA DE AÇÃO GLOBAL 
PELO BEM COMUM!
Nesse dia tão especial, vamos nos unir, pelo mundo afora, como uma verdadeira família e vamos praticar pequenos (ou grandes!) atos de generosidade gratuita. Atos de solidariedade, de altruísmo. Vamos organizar mutirões, palestras de conscientização, vamos deixa de andar de carro, vamos desligar as luzes, vamos nos reunir para um gostoso café e bate-papo, vamos homenagear a convivialidade e a felicidade de compartilharmos este lindo planeta.
A Felicidade está nas pequenas coisas Como diz o ditado, a Felicidade está nas pequenas coisas. Nos movimentos do dia-a-dia que fazemos com quem gostamos, com quem respeitamos.
E se estamos em condições de ajudar alguém a fazer este movimento, então podemos nos considerar Privilegiados.
Dia de Ação Global pelo Bem Comum E se todos os anos conseguíssemos reunir um enorme grupo de pessoas em torno de um ideal, o ideal da Cooperação, do Apoio Mútuo e do Altruísmo? 
E se, com o tempo, conseguíssemos achar formas de tornar este dia mais e mais frequente?
Um Festival descentralizado Em todos os cantos, pessoas comemorando o fato de sermos humanos cheios de tantas possibilidades e escolhas. Registrando momentos de congraçamento, trocas e realizações em prol de toda raça, de todo planeta.
Deixando de lado, por algumas horas que seja, o egoísmo, a individualidade e a competição.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Rede Os Verdes lamenta o falecimento da Ecologista Wangari Muta Maathai (1940-2011) Quênia-África

A REDE do Movimento Ambientalista Os Verdes do Rio Grande do Sul - Brasil, a Rede dos Ativistas Ambientalistas da Região Sul, os parceiros Fundação Villas-Bôas, OSCIP Yvy Kuraxó, ONG Rasgamar, e milhares de simpatizantes no Brasil e no mundo, neste comunicado, lamentam a morte da Ecologista Africana Wangari Muta Maathai, nesta data de 25 de setembro de 2011.
Com grandes atitudes em defesa e de conservação da natureza no Quênia, esta dedicada cidadã do planeta, ensinou com sua força e magnetismo que as piores adversidades na vida de um ser humano, jamais serão comparadas com aquelas que permitimos por omissão e que irão prejudicar as gerações futuras.
Convidamos à todos os nosso amigos, para que procedam em suas vidas como fez Wangari, ao plantar e incentivar o plantio de milhões de árvores em seu país e no continente africano.
Hoje a África está em festa, Wangari Maathai já é símbolo Vivo na história humana e será sempre lembrada pelo legado de ações e atitudes em defesa da Mãe África, berço de todos os povos e civilizações.

Parabéns ao Quênia, por esta cidadã ter habitado este país e transformada as consciências e atitudes de todos aqueles abertos ao convívio harmonioso com o Planeta Terra e suas dádivas.

Saudações Verdes Planetárias!

Julio Wandam
Coordenador de Os Verdes/RS
GTCOM/REDE Os Verdes
Membro da RAARS- Rede Ativistas
Parceiro de Fundação Villas-Bôas/PA, Yvy Kuraxó/RS e Ong Rasgamar/SC
 
The Environmental Movement NETWORK The Greens of Rio Grande do Sul - Brazil, the network of environmental activists in the South, the Foundation partners Villas-Boas, OSCIP Yvy Kuraxó, Rasgamar NGOs, and thousands of supporters in Brazil and worldwide, regret the death of African ecologist Wangari Muta Maathai, this date of September 25, 2011.
With great attitudes on defense and nature conservation in Kenya, is dedicated citizen of the planet, he taught with his strength and magnetism that the worst adversities in life of a human being, will never be compared with those allowed by omission and that will affect the future generations.
We invite all our friends, to proceed in their lives as did Wangari, the plant and encourage the planting of millions of trees in your country and in Africa.
Today Africa is celebrating, Wangari Muta Maathai is already living symbol in human history and will always be remembered by the legacy of attitudes and actions in defense of Mother Africa, the cradle of all civilizations and peoples.

Congratulations to Kenya, this citizen have inhabited this country and transform the consciousness and attitudes of all those open to living in harmony with the Earth and its gifts.

Greetings Green Planetary!

Julio Wandam
Coordinator The Greens/RS
GTCOM/NETWORK The Greens
Member of RAARS-Activists Network
Partner Villas-Bôas Foundation/PA, Yvy Kuraxó/RS, Rasgamar Ong/SC
 
La Red del Movimiento Ambientalista Los Verdes de Rio Grande do Sul - Brasil, la red de activistas ambientales en el Sur, los socios de la Fundación Villas-Boas, OSCIP Yvy Kuraxó, la organizaciones no gubernamentales Rasgamar, y miles de seguidores en Brasil y en todo el mundo, lamentamos la muerte del ecologista africana Wangari Mathaai, en esta fecha del 25 de septiembre de 2011.
Con grandes actitudes en la defensa y conservación de la naturaleza en Kenia, la dedicada ciudadana del planeta, que enseñó con su fuerza y magnetismo que las peores adversidades en la vida de un ser humano, nunca se compararán con las que permite por omisión y que afectará a la las generaciones futuras.
Invitamos a todos nuestros amigos, para continuar en sus vidas como lo hizo Wangari, la planta y fomentar la plantación de millones de árboles en su país y en África.
Hoy África está de fiesta, Wangari Muta Maathai ya está viviendo el símbolo de la historia humana y será siempre recordado por el legado de las actitudes y acciones en defensa de la madre África, cuna de todas las civilizaciones y los pueblos.
Felicitaciones a Kenia, esta ciudadana han habitado este país y transformar la conciencia y las actitudes de todos los que están abiertos a la vida en armonía con la Tierra y sus dones.

Saludos Verdes Planetarios!

Julio Wandam
Coordinador de Los Verdes/RS
GTCOM/RED Los Verdes
Miembro de RAARS-activistas de la red
Socio Villas-Bôas Fundación/PA, Yvy Kuraxó/RS, Rasgamar Ong/SC

Global Greens mourn Prof Wangari Maathai

 Global Greens mourn 
Prof Wangari Maathai 
The death of Prof Wangari Maathai on 25 September 2011 has shocked and saddened the Global Greens. She contributed so much to the world through the Green Belt Movement, through her work promoting women’s rights, and through her tireless campaigns for peace and the environment, especially in Africa. 
Prof Maathai was a committed, passionate, humorous and courageous woman, a deserving winner of the Nobel Peace Prize in 2004. She was imprisoned several times for her outspoken advocacy but never deterred from campaigning.  She was an inspirational public speaker and always an imposing figure in magnificent colourful African dress.  Her speech on the life and death impacts of globalisation on Africa was one of the highlights of the first Global Greens Congress in 2001 in Canberra Australia. 
Prof Maathai played a big role in the formation of the African Greens Federation and will always be remembered by the African Greens. Around the world, she was a friend and inspiration to many Greens who will be sadly missed.
 The Global Greens give their deepest sympathy to Prof Maathai’s family, friends and colleagues. 
To our dear friend: walk in beauty. 
"You feel like you want to give up but we Greens have one capacity that will help us. We believe – we have faith, we have trust, we have persistence. We never give up!"
Prof Wangari Maathai, Global Greens Congress 2001. 

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

"Bola de fogo" cai do céu na Argentina, mata 1 e fere 8

 
"Bola de fogo" cai do céu na Argentina, mata 1 e fere 8 
Membros da polícia cientifica argentina medem nível de radioatividade entre escombros deixados pela explosão.
Uma mulher peruana morreu e outras oito pessoas ficaram feridas nesta segunda-feira nos arredores de Buenos Aires devido a uma misteriosa explosão causada, segundo o relato de testemunhas, por "uma bola de fogo que caiu do céu". 
Em um primeiro momento, a polícia havia informado que a vítima era paraguaia, mas as autoridades esclareceram depois que se trata de uma peruana de 43 anos, identificada como Silvia Espinoza, que tinha viajado à Argentina para visitar seus parentes. 
A explosão, que ocorreu nesta madrugada na cidade de Esteban Echeverría e até agora não teve sua origem determinada, deixou duas casas e três veículos destruídos, indicaram porta-vozes da polícia. 
"A cama onde eu dormia se levantou do apartamento, as madeiras do teto se dobraram e todos os vidros da minha casa explodiram. Quando saí na rua, caía um fogo de cima que incendiou um poste a 20 metros", afirmou um morador da área à imprensa local.
Uma outra testemunha afirmou que saiu de sua casa por conta da explosão e viu "que havia fogo que vinha do alto, algo do céu". 
"As perícias mal começaram e o resto são especulações. Não queremos nos aventurar a levantar nenhuma hipótese", declarou o prefeito de Esteban Echeverría, Fernando Gray. 
Dois dos feridos já receberam alta, enquanto os demais permanecem internados em um hospital próximo. 
Os veículos de comunicação locais especulam a possibilidade de a causa da explosão ter sido o impacto de um meteorito ou "sucata espacial", e destacaram a queda do Satélite de Pesquisa da Alta Atmosfera (UARS, na sigla em inglês) na Terra no fim de semana, cujos destroços seguem com paradeiro desconhecido. 
"Poderia ser um pequeno meteorito que provocou esta tragédia, ou um pedaço de sucata espacial", declarou Mariano Ribas, coordenador de astronomia do Planetário de Buenos Aires. "Todos os dias caem sobre nosso planeta pequenas rochas espaciais que podem provocar um grande dano", acrescentou ao canal local de notícias C5N. 
As autoridades declararam que em poucas horas a origem da explosão será esclarecida.
Fonte: Portal TERRA

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Gatos e Amigos convidam para festividade!

Fonte: REDE Os Verdes/via e-mail

Parte dos anfíbios do cerrado pode ser extinta até 2050, diz pesquisa

 Parte dos anfíbios do cerrado pode ser extinta até 2050, diz pesquisa
Animais seriam vítimas da mudança do clima e da expansão agrícola. Estudo confirma existência de 204 espécies de anfíbios; 102 são endêmicas
Mais da metade das espécies de anfíbios existentes apenas no cerrado brasileiro podem desaparecer devido às mudanças do clima e a políticas erradas de uso da terra. A conclusão é parte do projeto “Diversidade de anfíbios no cerrado e prioridades para sua conservação em cenários futuros de mudanças climáticas”, desenvolvido pela organização ambiental Pequi, com apoio da Fundação Boticário. 
O estudo, que durou quatro anos e foi parte de duas teses de doutorado da Universidade Católica de Brasília, simulou o ambiente do cerrado em 2050, com temperatura 2ºC acima do normal, de acordo com previsão do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC). Tais características foram aliadas aos modelos atuais de políticas públicas, voltadas para a expansão agrícola na região, com dados sobre o desmatamento do bioma. 
Proteja o cerrado e outros biomas do Brasil de ameças no novo jogo do Globo Natureza: "Missão Bioma" 
Segundo a pesquisa, espécies de anfíbios como sapos e pererecas existentes na região sul do bioma, área que abrange parte de Goiás, o oeste de Minas Gerais, oeste da Bahia e sul do Tocantins, poderiam desaparecer devido à destruição de seus habitats, que são áreas úmidas da floresta ou próximo de lagos ou cursos de água. 
“A ausência de locais adequados para sobrevivência e a elevação da temperatura no cerrado fariam esses animais procurar por outras regiões amenas. A região de floresta mais próxima seria a Mata Atlântica, mas este bioma já praticamente desapareceu devido à expansão humana”, disse Débora Silvano, professora do curso de Ciências Biológicas da Universidade Católica de Brasília e coordenadora do estudo científico. “A falta de ambiente adequado deve impactar na sobrevivência das espécies de anfíbios”, explica. 
Exemplar de perereca P. berohoca, que existe apenas no cerrado e pode desaparecer devido aos efeitos da mudança do clima e do mau uso da terra (Foto: Divulgação/Paula Valdujo) 
Mapeamento
Segundo Débora, foram mapeados no cerrado 204 espécies de anfíbios, sendo que 102 são endêmicas (existem apenas em determinada localidade). Devido aos problemas ambientais citados, ao menos 50% dos animais que vivem somente no bioma desapareceriam, como a perereca P. berohoca e o sapinho B. sazimai. 
A população desses animais já pode ter sido reduzida neste ano devido à alta incidência de queimadas no Centro-Oeste, que desde julho sofre com o longo período de estiagem. “Quando é o período de seca, os anfíbios costumam ficam enterrados em camadas úmidas do solo ou mesmo no interior da floresta. Se o fogo atingiu essas áreas, é provável que esses animais tenham sido atingidos”, complementa a pesquisadora. 
Outro inimigo da biodiversidade local é o desmatamento. O cerrado brasileiro teve uma área desmatada de 6.469 quilômetros quadrados entre 2009 e 2010, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente. O número equivale a uma redução de 15,3% em relação à medição anterior (2008-2009), quando o bioma perdeu 7.637 quilômetros quadrados de área. 
Em números absolutos, o estado que mais desmatou foi o Maranhão, com uma área de 1.587 km². Percentualmente, o Piauí foi o estado com maior perda de área – 979 km² ou 1,05% da área de cerrado do estado. 
Soluções
O estudo conclui que para evitar a mortalidade de espécies, o governo deve criar sistemas de áreas protegidas conectadas, como unidades de conservação com corredores ecológicos, que possibilitaria a migração desses animais entre fragmentos de floresta. 
“Isso evitaria a dispersão de espécies. Os anfíbios não conseguem ir muito longe devido à dificuldade de mobilidade. É preciso que o governo realize planejamentos para evitar o desmatamento do bioma, principalmente na porção sul”, afirma Débora. 
Espécime do sapinho B. sazimai, encontrada apenas no bioma que abrange grande parte do Centro-Oeste do Brasil 
(Foto: Divulgação/Paula Valdujo)
Fonte: G1

Vídeo mostra deputados em sessão teatral na Câmara

Vídeo mostra deputados em sessão teatral na Câmara
Teve contornos teatrais a sessão de ontem da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, revelada hoje por O Globo. Com apenas dois deputados, Cesar Colnago (PSDB-ES) presidindo e Luiz Couto (PT-PB) votando, a comissão aprovou 118 projetos.
A sessão ocorreu porque os deputados da CCJ assinaram a lista de presença pela manhã e recorreram ao velho costume das quintas-feiras: enforcar o trabalho viajando para os estados. Com o quórum virtual existente, Colnago e Couto realizaram uma encenação que durou cerca de três minutos.
O vídeo de quatro minutos da TV Câmara colabora com a farsa ao não exibir imagens abertas do plenário vazio. Em determinado momento, a câmera exibe a imagem de um grupo de assessores, justamente no ponto em que Colnago diz:
- Em discussão. Não havendo quem queira discutir, os deputados que concordam com a aprovação em bloco dos pareceres permaneçam como sem encontram. Aprovado.
O teatro terminou com a aprovação de matérias relacionadas a temas importantes como concessões de radiodifusão, projetos de lei, renovações de concessão de radiodifusão e acordos internacionais.
Por Lauro Jardim/Veja

Touradas são proibidas na Catalunha

Touradas na Espanha em breve será coisa do passado
Touradas são proibidas na Catalunha
Este espaço originalmente seria para falar sobre uma paixão apenas: os cães. Mas é impossível ficar indiferente a essa polêmica tradição espanhola e, afinal, quem gosta de cachorro, sabe o quanto um animal também sente tristeza, solidão e... DOR!
Como podemos ficar indiferentes a uma cena de uma Tourada? Sinceramente, acho de péssimo gosto esses vídeos que mostram situações ditas "engraçadas" de um touro correndo no meio de uma multidão, totalmente desnorteado, muitas vezes molestado...
O que dirá então da dita Tourada... Para mim, qualquer espetáculo numa arena que impinge dor, violência e produz sangue me remete à Roma Antiga, onde os gladiadores lutavam até a morte com o único objetivo de entretenimento. No entanto, esta forma de "diversão" foi banida em 325 d.C.
Infelizmente a Tourada na Catalunha, embora tenha tido um resultado favorável com a proibição desta prática, não teve uma votação tão expressiva e encontra ainda muitos opositores que querem inclusive recorrer desta decisão. Pessoas ligadas ao evento, que ganham dinheiro com o sofrimento do animal e, muitas vezes com a mutilação e morte também do homem que se propõe a participar desta bárbarie, alegam que trata-se de uma tradição.
Sim, uma tradição que já passou da época de ser banida definitivamente. Esperamos que não alcancem o objetivo de ver esse "show de horror" ser declarado como patrimônio cultural.
Parabéns ao Parlamento da Catalunha... Parabéns às organizações de defesa animal que estão cada vez mais ganhando espaço e conseguindo serem ouvidas. Parabéns às pessoas que pintaram seus corpos de vermelho, representando o sangue derramado de milhares de animais inocentes.
Quem sabe por aqui não se consegue algo parecido para banir o rodeio. Esperança... o mundo está ficando melhor... temos que acreditar nisso!
Fonte:  Blog Cachorrolatras

El Satélite UARS caerá en las costas de Chile

El Satélite UARS caerá en
las costas de Chile
Reportes indican que el aparato, del tamaño de un autobús, impactará a las 19 hora local en el Pacífico sur, frente al país andino. El lugar y el momento exacto de la colisión se podrá determinar minutos antes. 
La firma privada que sigue el recorrido del satélite UARS, Aerospace Corporation, explicó de manera más específica que el impacto sería por la costa de Chile, cerca de las 7 de la tarde del viernes. Sin embargo, el jefe de la compañía explicó que determinar la hora y el lugar exacto es algo que aún no se puede pronosticar y que se podrá saber a medida que se acerque a la tierra. 
La NASA había informado que el riesgo de daños es "extremadamente pequeño", sin embargo el fenómeno genera cierto nerviosismo se percibe en la región. La Agencia espacial se ocupó de explicar que al encontrarse a una altitud de 115 millas, probablemente alcanzaría la atmósfera a unas 17 mil millas por hora, lo que simularía en cierto punto la caída de una roca que encontraría suficientes obstáculos para ser detenida. 
Este es el satélite de la NASA más grande que ha caído en la tierra de manera descontrolada desde el Skylab en 1979.
Fuente: Infobae.com

Outro satélite desativado pode cair na Terra em 2011 com risco maior

Satélite Rosat pode cair na Terra entre outubro e novembro
(Crédito:Instituto Max Planck/Divulgação) 
Outro satélite desativado pode cair na Terra em 2011 com risco maior
Alemão 'ROSAT' pode causar 'chuva' de pedaços de até 1,6 tonelada
Serviço dos EUA para monitorar objetos espaciais ainda não lista ameaça. 
Depois do anúncio da queda do satélite Uars, da agência espacial norte-americana (Nasa), o satélite alemão desativado Rosat pode ser outro "defunto" espacial a atingir a Terra entre outubro e novembro de 2011. 
Lançado ao espaço em 1990, o satélite da agência aeroespacial alemã (DLR, na sigla em alemão) foi usado durante oito anos para observações de estrelas, nebulosas e galáxias com raios X. 
Segundo a Nasa, a chance de algum pedaço do Uars causar dano ou machucar alguém é de uma em 3.200. No caso do Rosat, esta probabilidade seria de uma em 2.000. 
O risco está nos painéis que equipam o aparelho, produzidos para suportar as altas temperaturas que poderiam danificar as operações dos cientistas durante a década de 1990, quando o equipamento funcionou. 
A agência espacial alemã estima que cerca de 30 pedaços do satélite podem atingir o solo terrestre, com um total de 1,6 tonelada. Outros 800 quilos devem ser "queimados" durante o retorno do satélite à atmosfera do planeta. 
No caso da Uars, apenas 532 quilos devem escapar da "fornalha" atmosférica, produzindo 26 fragmentos do instrumento desativado em 2005 - um dos pedaços pode chegar a pesar até 150 quilos. 
Apesar do alerta, o serviço norte-americano de monitoramento de objetos espaciais (em inglês) que entram novamente na atmosfera terrestre ainda não lista a data possível da chegada do ROSAT, já que ainda não está claro quando o satélite deverá penetrar novamente no planeta. 
Fonte: Revista New Scientist/G1

Mahmoud Abbas conclama à Paz com Israelenses

 Mahmoud Abbas conclama à Paz com Israelenses
O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, conclamou os israelenses à paz e à negociação nesta sexta-feira (23), pouco depois de ter pedido formalmente à ONU o reconhecimento do Estado Palestino nas fronteiras anteriores a 1967, anteriores à Guerra dos Seis Dias com Israel. 
As declarações foram feitas em discurso no plenário da 66ª Assembleia Geral da ONU. Abbas foi bastante aplaudido antes de iniciar sua fala. 
O dirigente palestino foi bastante duro ao tratar da questão da expansão dos assentamentos israelenses em territórios palestinos, mas negou que queira "isolar ou deslegitimar" Israel. 
Presidente palestino critica Israel na ONU, mas se diz disposto a negociar
Abbas afirmou que ampliação de assentamentos 'destrói' chances de paz.
Discurso foi feito logo após pedido de reconhecimento de Estado Palestino.
Leia mais, Click aqui

Filhotes de gambá perdem mãe e são salvos pelos bombeiros no RS

Filhotes de gambá tentavam amamentar na mãe, que estava morta
(Foto: Marielise Ferreira/Agência RBS) 
Filhotes de gambá perdem mãe e são salvos pelos bombeiros no RS
Animais foram encontrados em uma rua central da cidade de Erechim. Gambás foram entregues a uma ONG do município. 
O Corpo de Bombeiros resgatou 10 filhotes de gambá que tentavam amamentar na mãe, que estava morta, na cidade de Erechim, no Rio Grande do Sul. 
Segundo a corporação, a mãe provavelmente foi atropelada, e os filhotes estavam desprotegidos na rua ao lado dela, em uma rua da região central da cidade, o que chamou a atenção dos moradores. 
Gambazinhos foram entregues a uma ONG protetora dos animais
(Foto: Marielise Ferreira/Agência RBS) 
O resgate aconteceu na terça (20) e foi divulgado nesta sexta (23). Os animais foram entregues a uma ONG de proteção aos animais e devem ser tratados até que possam retornar ao habitat natural. 
Fonte: G1

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

A lampedusa la tensione si trasforma in guerriglia

 A lampedusa la tensione si trasforma in guerriglia
Verdi: il governo è politicamente responsabile: concentra immigrati e ha abbandonato lampedusani. 
La tensione che da tempo percorre Lampedusa per l'insostenibile situazione degli immigrati si è trasformata in disordini e vera e propria guerriglia. I cittadini esasperati si sono rivoltati contro gli immigrati e gli immigrati contro la polizia: decine di feriti, sindaco asserragliato con un bastone in una stanza, bambini chiusi nelle scuole dove possano essere più al sicuro. 
La miccia che ha acceso l'incendio è stato, letteralmente, il fuoco appiccato ieri da alcuni maghrebini al centro di accoglienza a cui si è aggiunta stamattina la reazione degli isolani, che vedendo gruppi di immigrati muoversi in libertà per l'isola, ne hanno aggrediti alcuni a suon di sassate. Aggrediti anche un giornalista e un operatore di Sky, colpevoli di rappresentare quei media che 'diffondono un'immagine distorta dell'isola', mentre circa trecento immigrati manifestavano per la città. 
Gli scontri fra polizia ed extracomunitari proseguono ancora oggi, fra cariche della polizia e improvvisate intifade. La situazione è lontana dal ritornare alla normalità e, come commenta lo stesso segretario generale del sindacato di polizia Coisp, «quello che succede a Lampedusa è la prova dell'incapacità del governo. Se ci scapperà il morto sappiano quei politici che oggi dormono o stanno a guardare, che non accetteremo lacrime istituzionali o inutile solidarietà». 
Per il presidente nazionale dei Verdi Angelo Bonelli «il governo é politicamente responsabile per l'esplosione del conflitto tra cittadini, forze dell'ordine e migranti. Non solo l'esecutivo non è stato in grado di gestire gli sbarchi – continua il leader ecologista - ma ha abbandonato a se stessa l'isola e i Lampedusani, nascondendo il problema e portando all'esasperazione gli animi». 
Il presidente del 'Sole che ride' non usa mezzi termini: «concentrando gli immigrati e facendo orecchie da mercante alle richieste d'aiuto della popolazione di Lampedusa - conclude - il governo ha prodotto un vero e proprio disastro creando, giorno dopo giorno, una bomba ad orologeria che prima o poi sarebbe esplosa, con le conseguenze drammatiche che tutti abbiamo sotto gli occhi». 
Fonte: REDE Os Verdes/Verdi Italy

Sécurité renforcée en Israël à l'approche du discours d'Abbas à l'ONU

Sécurité renforcée en Israël à l'approche du discours d'Abbas à l'ONU
La police israélienne s'apprête à être placée en état d'alerte avant le discours de Mahmoud Abbas à la tribune de l'ONU, où il doit demander, ce vendredi, l'adhésion d'un État de Palestine à l'organisation internationale.
AFP - La police israélienne va être placée en état d'alerte pour vendredi de crainte de manifestations violentes palestiniennes à l'occasion du discours du président palestinien Mahmoud Abbas à l'ONU, a indiqué jeudi une source policière. 
Le président de l'Autorité palestinienne doit appeler à New York l'assemblée générale des Nations Unies à soutenir la demande d'admission d'un Etat de la Palestine à l'organisation internationale, à laquelle Israël s'oppose catégoriquement. 
La police "va déployer 22.000 hommes dans tout le pays, soit plus des deux tiers de toutes ses forces", a indiqué à l'AFP son porte-parole Micky Rosenfeld. 
Il a précisé que le "niveau d'alerte a été élevé au niveau 3, juste au dessous du niveau 4 d'alerte maximale de temps de guerre". 
La direction de la police doit décider jeudi soir si des restrictions vont être imposées à l'accès des fidèles musulmans à l'esplanade des Mosquées à Jérusalem, selon cette source. 
Cette mesure est régulièrement prise par les autorités israéliennes en période de tension, de crainte de troubles à la sortie des prières. 
Par ailleurs un porte-parole militaire, le capitaine Arye Shalicar a indiqué que "l'armée est prête à faire face à divers scénarios, ayant reçu des consignes de retenue" pour éviter des effusions de sang. 
Dans ce but, les forces israéliennes en Cisjordanie ont été amplement fournies en équipement anti-émeute, en particulier des liquides nauséabonds se fixant sur des vêtements qui peuvent être déversés par hélicoptères, selon les médias. 
L'armée israélienne a par ailleurs déployé des renforts en Cisjordanie occupée, trois bataillons de réservistes supplémentaires, soit près de 1.500 hommes ayant été mobilisés dans ce but, selon ces sources. 
Des dizaines de milliers de Palestiniens ont défilé mercredi dans une ambiance festive dans les villes autonomes de Cisjordanie pour soutenir la demande d'admission, les rassemblements les plus importants dans ce territoire depuis la fin de la deuxième Intifada en 2005. 
Des affrontements sporadiques ont néanmoins eu lieu au barrage de Kalandia, entre Jérusalem et Ramallah, et à Hébron.
Fonte: France24

«ناسا» تنفق 1.6 مليار دولار لتطوير «تاكسي الفضاء»

 «ناسا» تنفق 1.6 مليار دولار لتطوير «تاكسي الفضاء» 

قررت وكالة «ناسا» الأمريكية إنفاق 1.6 مليار دولار في العامين القادمين لتطوير السياحة الفضائية، فيما أطلقت عليه مشروع «تاكسي 
الفضاء».
وذكرت صحيفة الديلي تليجراف الإنجليزية أن «ناسا» تسعى للتوصول لتقنيات جديدة مختلفة عن التي تستخدمها لنقل رواد الفضاء المحترفين خارج الكرة الأرضية.
ولم تطلق «ناسا» أي رحلات سياحة فضائية منذ عملها قبل أكثر من 50 عامًا، فيما قامت روسيا والصين بإطلاق أكثر من رحلة من هذا النوع.
ويتكلف الفرد الواحد أكثر من 50 مليون دولار، تشمل التدريب والرحلة وخدمات أخرى.
Fonte: Via Facebook/Almasryalyoum 

«جارديان»: منطقة العلمين.. الأرض التي يبحث فيها ضحايا الألغام عن العدالة

«جارديان»: منطقة العلمين.. الأرض التي يبحث فيها ضحايا الألغام عن العدالة
تصوير other 
وصفت صحيفة «جارديان» البريطانية منطقة صحراء العلمين في مصر بأنها «الأرض التي يبحث فيها ضحايا الألغام عن العدالة»، قائلة إنه في الوقت الذي يعيش الكثيرون في المنتجعات الفاخرة في الساحل الشمالي، هناك آخرين لا يزالون يعانون من أرث الحرب العالمية الثانية شاعرين بالخيانة.
وأضافت الصحيفة في تقرير نشرته اليوم على موقعها الإلكتروني، وأعده جاك شنكر: إن هناك صراعا جديدا حاليا حول أفضل السبل الممكنة لمواجهة أرث الحرب العالمية الثانية بين دول الحلفاء والمحور في هذه المنطقة، خاصة في ظل تزايد أعداد قتل وتشويه آلاف من المصريين البدو بسبب الألغام المزروعة هناك على مدار العقود السبعة الماضية، فضلا عن الركود الاقتصادي الذي تعيش فيه منطقة العلمين.
وأوضحت الصحيفة البريطانية: أن ضحايا الألغام في العلمين يجدون أنفسهم يكافحون من أجل العدالة على جبهتين، تتمثل الأولى في السلطات المصرية التي يعتقدون أنها تهتم بجني الأرباح من الاستثمار أكثر من دعم التنمية المستدامة في المنطقة، في حين يواجهون في الجبهة الثانية الحكومات البريطانية والأوربية الأخرى المسؤولة عن تمزق أشلائهم.
ولفتت الصحيفة إلى أن «مصر هي أكثر الدول الملغومة في العالم مقارنة بباقي المناطق المضطربة، مثل: أنجولا، والبوسنة، وأفغانستان»، مشيرة إلي أن الحكومة المصرية قضت سنوات طويلة في الضغط على المسؤولين البريطانيين والألمان والإيطاليين لتمويل نزع الألغام من العلمين، إلا أنها باءت بالفشل، على الرغم من أن هذه الدول الثلاث كانت مسؤولة عن زرعها، خاصة المملكة المتحدة التي استغلت خضوع مصر للاحتلال البريطاني، وجلبت الصراع إلي الشواطئ المصرية بما يحملها مسؤولية أخلاقية بنزعها.
ونوهت «جارديان» إلى أن حصار البدو بين الخلاف الدبلوماسي بين مصر والدول الأوربية في انتظار الحصول على إجابات عن وضعهم الحالي، دفعهم العام الماضي إلي تشكيل تنظيم من المنظمات غير الحكومية في العلمين بقيادة عمدة المنطقة للدفاع عن حقوق ضحايا الألغام، لوضع الحكومة البريطانية في قفص الاتهام أمام المحكمة الأوروبية لحقوق الإنسان في محاولة لكسب التعويض عن الأضرار اللاحقة بهم، مؤكدة أنهم اتصلوا فعليا بعدد من المحاميين في مصر ولندن لملاحقة السفير البريطاني في القاهرة قضائيا من خلال المحاكم المصرية.
واعتبرت الصحيفة أن الخطوة التي لجأ إليها البدو «لم يسبق لها مثيل وفرصتها في الفوز ضئيلة»، موضحة أن القانونيين الذين قبلوا ذلك التحدي يعتقدون أنها ربما تكون بمثابة الخطوة الأولى نحو إجبار بريطانيا على تقديم تسوية كاملة مالية لأولئك الذين عانوا على يد جيشها، على غرار شراكة ايطاليا الاقتصادية مع ليبيا.

Ibama vai reforçar proteção de árvore que nasceu de semente enviada à Lua

Ibama vai reforçar proteção de árvore que nasceu de semente enviada à Lua
Para comemorar o Dia da Árvore, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) vai reforçar a proteção de um exemplar especial do bosque da sede da entidade em Brasília: a árvore da Lua. A Liquidambar styraciflua plantada no Ibama, conhecida popularmente como sweet gum, liquidâmbar ou árvore do âmbar, nasceu de uma semente que viajou à Lua na missão espacial norte-americana Apollo 14, em 1971. 
O exemplar do Ibama foi plantado em 1980 e é uma das centenas de árvores da Lua espalhadas pela Terra, a maioria nos Estados Unidos, inclusive uma plantada na Casa Branca. As sementes – mais de 400 – foram levadas ao espaço pelo astronauta Stuart Roosa para avaliar o efeito da gravidade zero e da alta radiação sobre as árvores que cresceriam a partir delas. 
Na volta da missão, as sementes foram germinadas pelo Serviço Florestal dos Estados Unidos e distribuídas por cidades americanas e alguns países, entre eles o Brasil, a Suíça e o Japão. Além da liquidâmbar do Ibama em Brasília, há outra árvore da lua em solo brasileiro: um pau-brasil plantado no município de Santa Rosa, no Rio Grande do Sul. 
A árvore da Lua do Ibama será declarada imune ao corte, conforme prevê o Artigo 7° do Código Florestal Brasileiro, que garante a proteção incondicional a uma arvore reconhecida por ato do Poder Público, “por motivo de sua localização, raridade, beleza ou condição de porta-sementes”.
Fonte: Luana Lourenço/Agência Brasil

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Respeitar uma árvore é garantir nossa própria existência

 Respeitar uma árvore é garantir nossa própria existência
21 de setembro dia da Árvore
O dia da árvore é comemorado em todo o mundo em datas diferentes. Aqui no Brasil o dia 21 de setembro foi escolhido pelos índios. 
Além de sua sombra, ela protege a terra com suas raízes e produz oxigênio para todos os seres da natureza. 
Quem ama a vida, protege a natureza!! 
Aqueles que destroem uma árvore estão ameaçando nosso Planeta!
Preservar a natureza é lutar pela vida. 
Faça sua parte respeitando a natureza!! 
Por Madame
 “Quando a última árvore…tiver caído,
quando o último rio tiver secado,
quando o último peixe for pescado,
vocês vão entender que dinheiro não se come.”
Provérbio Indígena

terça-feira, 20 de setembro de 2011

What is the Future?

2600 AD 
Plásticos desaparecendo da Terra 
A maioria dos plásticos, latas e outros produtos residuais dos séculos 20 e 21 se decompuseram até agora. Eles causaram danos significativos ao meio ambiente durante seu tempo na Terra - ferindo inúmeras aves, peixes e outros animais. Gerações subseqüentes destes materiais foram produzidos de forma a minimizar o seu impacto .
2700 AD 
Venus Terraforme
Até agora, Venus foi transformado em um mundo habitável. Toda a órbita do planeta foi mudado, aproximando-a da "Goldilocks Zone", enquanto o seu ciclo dia-noite foi acelerado a partir de 117 dias para 24 horas. 
Cometas foram redirecionados a partir da Nuvem de Oort e Cinturão de Kuiper. Estes foram guiados através do sistema solar e na atmosfera superior de Vênus, liberando grandes quantidades de água. 
Outras técnicas envolvidos na captura e remoção de CO2, realizados pelos semeadura de nanobots, que absorveu este e outros gases tóxicos e substituiu-os com o oxigênio respirável. 
Com exuberantes oceanos tropicais, Venus agora tem duas grandes massas de terra dominante - Afrodite e Ishtar - juntamente com uma série de subcontinentes menores e ilhas. A temperatura média da superfície estabilizou em torno de 25 ° C.
3500 AD 
Reversão polar da Terra 
Reversões polares têm ocorrido muitas vezes antes na história da Terra - normalmente a cada 300 mil anos. A última vez foi em torno de 780.000 aC. Isso significa que o planeta está muito atrasada para um evento como esse. 
De 1900 em diante, a intensidade do campo magnético da Terra era conhecido por estar em declínio em seis por cento a cada século. Em 3500, os pólos estão começando a reverter completamente.
Partículas carregadas do Sol irão afetar satélites e outros próximos da Terra e navios sem proteção adequada. No entanto, plantas e animais na Terra não são afetados. Durante a reversão, o vento solar induz um campo magnético suficiente na ionosfera, temporariamente protegendo a superfície na ausência do campo magnético normal.