domingo, 12 de junho de 2011

Madacascar corre risco de extinção em massa

 Madacascar corre risco 
de extinção em massa 
Cidade do Cabo, África do Sul - Mal conhecidas dos cientistas, novas espécies descobertas em uma década de pesquisa em Madagascar já estão sob risco de extinção, alertou a organização ambiental WWF. Segundo a ONG, entre 1999 e 2010, foram descobertas 615 espécies de animais - quase uma a cada semana. 
O balanço inclui 385 plantas, 69 anfíbios, 61 répteis, 42 invertebrados, 41 mamíferos e 17 peixes. Desde 1999, a ilha no sudeste africano colaborou com 11 novas espécies de camaleões - entre as quais o Furcifer timoni, de um verde vibrante e pontos vermelhos e azuis na cabeça. O camaleão vive nas florestas tropicais isoladas de Montagne d'Ambre, a 850 m acima do nível do mar. Outros animais incluem cobras, rãs e um lêmure que é considerado o menor primata do mundo. Tem apenas 10 cm de comprimento e pesa 30 g. 
Entre as ameaças, a ONG destaca o desmatamento e a perda de ecossistemas. Mais de 1 milhão de hectares de mata foram derrubados e a extração ilegal de madeira voltou a subir. 
Fonte: Blog Prainha do Peixe

Nenhum comentário: