quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Israel pede ajuda internacional para combater incêndio florestal que já matou 40 pessoas

Israel pede ajuda internacional para combater incêndio florestal que já matou 40 pessoas
 O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, pediu hoje a quatro países apoio em meios aéreos para combater um grande incêndio florestal perto de Haifa (norte), que já provocou a morte a 40 pessoas, segundo um comunicado oficial. 
“O primeiro-ministro acaba de falar com os dirigentes da Grécia, Chipre, Itália e Rússia com o objectivo de mobilizar aviões de combate a incêndios adicionais para ajudar a extinguir o incêndio”, segundo o comunicado. 
Cerca de 40 pessoas – todos guarda prisionais – morreram em consequência do incêndio, quando o autocarro em que eram transferidos para fora da zona de perigo se incendiou, segundo fontes policiais e dos serviços de emergência. 
A rádio pública israelita advertiu que o número de baixas poderá aumentar, uma vez que o ‘kibutz’ de Beit Oren, próximo da cidade, “simplesmente desapareceu do mapa”. 
O incêndio queimou até ao momento cerca de 300 hectares de floresta e continua por controlar. 
Os guardas que morreram no autocarro – que segundo testemunhas ficou completamente calcinado – estavam a ser transferidos da prisão de Damon, de onde foram também retirados cerca de 500 presos palestinianos.
Foto: Shay Levy/EPA

Nenhum comentário: