sábado, 11 de dezembro de 2010

Investigação conclui que tropas da ONU são provável origem da epidemia de cólera

Investigação conclui que tropas da ONU são provável origem da epidemia de cólera
Uma investigação francesa concluiu que a epidemia de cólera que deixou mais de 2 mil haitianos mortos foi provavelmente levada ao país caribenho por soldados da missão da ONU. O estudo foi encomendado pelos governos de França e Haiti e teve partes divulgadas na terça-feira (06/12).
Segundo o epidemiologista Renaud Piarroux, que comandou a investigação, a explicação mais provável é de que o rio Artibonite foi contaminado por uma base das tropas da ONU no Nepal.
"Nenhuma outra hipótese pode ser achada para o surto de cólera nessa região, que não foi afetada pelo terremoto de janeiro e está localizada a dezenas de quilômetros da costa e dos acampamentos de desabrigados", diz o especialista no relatório, antecipado pela agência de notícias AP.
Ele explica que não foi possível provar que existia cólera dentro da base, já que o material que poderia ajudar a confirmar a presença da bactéria não estava mais na base quando ele a visitou, em novembro.
O governo francês confirmou que Renaud Piarroux foi concluído e enviado para o governo do Haiti e a ONU, mas não antecipou seu conteúdo.
As suspeitas de que teriam sido soldados da ONU os responsáveis pela epidemia geraram uma onda de protestos violentos no país, que teve cerca de 100 mil pessoas infectadas pela doença. O número, segundo as Nações Unidas, pode subir para 650 mil nos próximos meses.

 Da Agência O Globo

Nenhum comentário: