sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Iraniana condenada ao apedrejamento

Iraniana condenada ao apedrejamento
revive história de Maria Madalena 
Como a personagem bíblica, a acusada de adultério Sakineh espera ser salva do fim trágico
Por Maurício Moraes, do R7 
Sakineh Mohammadi Ashtiani é mais uma das milhões de mulheres iranianas cobertas da cabeça aos pés pelo xador. A vestimenta preta é uma das versões mais radicais do véu muçulmano, destinado a esconder a sexualidade feminina. Em 2005, ela foi presa pelo regime fundamentalista do Irã. Em 2007, foi julgada. Seu crime: adultério. Sua pena: morte por apedrejamento. 
Não se sabe ao certo a idade de Sakineh. Ela teria cerca de 43 anos. Sua prisão, em 2005, ocorreu, segundo o regime, porque ela teria tido uma “relação ilícita” com dois homens. A pena inicial foram 99 chibatadas. O processo avançou e, no dia 27 de maio de 2007, Sakineh foi condenada à morte por adultério. 
Leia mais no Canal R7

Nenhum comentário: