quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Clima feroz: Onda de calor pode ter matado milhares em Moscou, dizem cientistas

Clima feroz: Onda de calor pode ter matado milhares em Moscou, dizem cientistas 
Alguns milhares de moscovitas teriam morrido em julho em consequência da onda de calor sem precedentes que atingiu a região e essa cifra poderia aumentar no mês de agosto, disseram cientistas russos na terça-feira (17/08). 
Moscou, uma metrópole de mais de 10 milhões de habitantes, está sendo afetada por um calor intenso desde o final de junho, com temperaturas chegando a quase 40 graus Celsius durante o dia. 
A crise causou a redução de um terço da plantação de grãos da Rússia, cortando em bilhões o crescimento anual do país este ano e matando ao menos 54 pessoas nos incêndios florestais. O calor arrefeceu nesta terça-feira. Reportagem de Dmitry Solovyov, Agência Reuters.
 Leia mais no Portal ECODEBATE

Nenhum comentário: