sexta-feira, 30 de julho de 2010

Instituição critica retirada das Galápagos de lista de bens em perigo

 Instituição critica retirada das Galápagos de lista de bens em perigo
Um órgão consultivo da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) criticou nesta quinta-feira (29) a decisão do Comitê do Patrimônio Mundial de retirar as Ilhas Galápagos, do Equador, da lista de bens em perigo, durante reunião realizada em Brasília. 
“A retirada [da lista de bens ameaçados] deste lugar único no planeta e de importância mundial para a humanidade é prematura”, declarou Julia Marton-Lefèvre, diretora-geral da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês). 
Ela acrescentou que a IUCN “está disposta a continuar seu trabalho com o governo equatoriano, para aplicar plenamente as recomendações do Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco”, com relação a medidas que devem ser adotadas para preservar as ilhas.
As 58 ilhas do arquipélago das Galápagos estão situadas no oceano Pacífico e foram inscritas na lista de patrimônios mundiais em 1978. Em 2007, foram incluídas entre os bens em perigo por causa do “turismo crescente” e outros problemas ambientais e sociais.
Fonte: Folha.com
Em Rede: Ambiente Brasil

Nenhum comentário: