terça-feira, 25 de maio de 2010

O lixo nosso de cada dia

O lixo nosso de cada dia 
Pesquisadora pesa e analisa resíduos produzidos em uma semana por quatro famílias paulistanas 
Hábitos. “As pessoas têm rotinas corridas e preferem consumir alimentos prontos”, diz pesquisadora. 
O material de trabalho da geóloga Ivone Silva, professora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), é o que o resto das pessoas descarta.
Munida de avental, luvas de borracha e uma balança de supermercado, ela gosta de sair a campo para analisar o lixo produzido nas cidades.
Entre 2008 e 2009, Ivone separou e pesou 250 quilos de resíduos por dia. Contou apenas com o apoio de dois bolsistas e de dois funcionários da prefeitura para fazer um raio X do lixo em Diadema, no ABC.
Leia mais no Estadão

Nenhum comentário: