quarta-feira, 19 de maio de 2010

FZB-RS promove a exposição "Explorando a Biodiversidade"


FZB-RS promove a exposição "Explorando a Biodiversidade"
Como parte da programação do Ano Internacional da Biodiversidade, 2010, instituído pela ONU, o Museu de Ciências Naturais da FZB-RS realiza a mostra, a partir do dia 21, véspera do Dia Internacional da Biodiversidade
Atualmente,  mais de 17 mil espécies de animais e plantas correm  risco de desaparecer do planeta, sendo que 22%   dos mamíferos, 30%  dos anfíbios e 12% das aves estão ameaçadas de extinção.  No Rio Grande do Sul, 261 espécies da fauna e 600 espécies da flora correm risco de extinção ou já desapareceram. Em nível global, mais de 60% dos serviços ambientais encontram-se degradados. 
Estas alterações, que  foram mais significadas nos últimos 50 anos, estão diretamente ligadas às atividades humanas, resultando em perdas significativas  da diversidade biológica, degradação de serviços ambientais e aumento da pobreza dos povos.Para que estes processos negativos sejam reduzidos, uma mudança de comportamento se faz necessária, visando diminuir o ritmo da perda da biodiversidade em todos os níveis, com ações de  educação ambiental, que  passe a fazer parte do cotidiano das pessoas.
A exposição Explorando a Biodiversidade se propõe a  apresentar, sob formas de painéis e peças taxidermizadas (empalhadas) algumas  espécies da fauna e flora nativa e exótica, com uma  representatividade significativa do que a natureza ainda nos oferece.
As causas e conseqüências das perdas, que vêm ocorrendo ao longo dos últimos anos, são objeto de avaliação  e considerações importantes, visando não apenas um repensar de nossos atos e ações mas, principalmente,   sobre a responsabilidade individual e coletiva  neste processo de destruição do planeta. 
O que poderá ser visto na exposição: 
- Um exemplar   de Cassuar,  com 1,2m de altura, provavelmente o único taxidermizado do Brasil. Ave nativa da floresta do norte da Austrália e Nova Guiné, estará sendo exibida pela 1ª vez ao público. A espécie viva esteve em exposição no Parque Zoológico, em  Sapucaia do Sul,  durante muitos anos. 
- Um exemplar de harpia. No RS esta espécie está provavelmente extinta, sendo que os últimos registros datam da década de 1940. Maior gavião brasileiro, mede aproximadamente 1m, com asas abertas pode chegar a 2,10m (de ponta a ponta). Distingue-se dos outros gaviões e águias pelo cocar que tem na parte posterior  da cabeça. 
- Exemplares taxidermizados de Jacaré-açú, Tartaruga-dos-galapagos, Sapo-cururu, Lobo-guará, Gato-maracajá  e Tatu. 
- Exemplares de Borboletas, de insetos, de plantas de florestas (araucária, erva-mate, canela e camboim, cactos, bromélias e butiá), de esponjas marinhas (réplica) e de água doce. Exemplares de moluscos exóticos e nativos do RS. Canto de aves. Peles de  jibóia e Sucuri.   Ovos e penas de animais. 
Serviço: 
O que: Exposição Explorando a Biodiversidade 
Quando: de 21 de maio a 30 de setembro de 2010, de 3ª feira a domingo, das 9h às 17h 
Onde: Sala Prof. Dr. José Willibaldo Thomé – Museu de Ciências Naturais da Fundação Zoobotânica do RS  
Informações: 51 3320 2032
Fonte: FZB RS - EcoAgência

Nenhum comentário: