sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Vitórias importantes no embate contra o PL 154

Em resumo: Empresas de Celulose e florestamento com Eucaliptos no RS "brindaram" os políticos com doações de campanha e políticos "blindam" atividades das empresas com alterações na lei ambiental
Vitórias importantes no embate contra o PL 154
Na manhã de ontem (11/11), na Assembléia Legislativa do RS, a Associação dos Procuradores do MP apresentou um posicionamento contrário ao PL 154, que pretende revogar a legislação ambiental do Estado. O Ministério Público, enquanto instituição, participa através do promotor Júlio Almeida, coordenador da área ambiental do MP. Ponto a ressalvar é a presença bem maior de ambientalistas e ativistas sociais nas reuniões da Comissão, o que ajuda a pressionar e dar visibilidade ao embate. Segundo os lideres do levante contra o PL 154, é fundamental manter a mobilização nas terças feiras na Comissão de Constituição e Justiça, buscando o contato direto com os deputados, sobretudo os da CCJ e os lideres partidários.
Conseguiram novo pedido de vistas ao PL, desta vez oriundos da bancada do PSDB. Acreditam que receberão apoios de outras bancadas para pedirem vistas ao PL.
Em Arroio Grande, na 71a. Expofeira a FARSUL, juntamente com Sec. Agridultura do RS, Luiz Carlos Machado, Deputado Edson Brum, Cláudio Diaz, chamaram todos os ambientalistas de "Ecoloucos" e compararam o ativismo ambientalista com as ações do MST, e de que estariam os ambientalistas todos " BORRADOS" de medo das mudanças climáticas e que queríamos entregar o Brasil para o estrangeiro. Há quem eles iludem, devem os ambientalistas se perguntarem.
E discursam, questionando "Porque os países desenvolvidos" querem tanto que preservemos as florestas, "se eles" (o estrangeiro) já não tem "mais o que preservar?" Porque só o Brasil tem que preservar para salvar o mundo já que todos dizem que nos temos a Amazônia como o "PULMÃO DO MUNDO" alegam os ruralistas e seus lobistas. Para ambientalista presente a Expofeira, "foi muito deprimente ouvir eles dizerem tudo isso com muita propriedade e certeza de que vão derrubar o CÓDIGO FLORESTAL".
Na noite do dia 11/11, outra vitória, de goleada para os contrários ao projeto de revogação das leis ambientais. No Debate realizado no "Conversas Cruzadas" da TVCom, o percentual de 75% pela rejeição de flexibilização da lei ambiental contra 25% que querem o PL 154, mostrou a opinião dos gaúchos sobre esta tentativa dos ruralistas de modificar as leis para seus interesses econômicos. No Pasaran!!
Fonte: via e-mail/REDE Os Verdes

Nenhum comentário: