segunda-feira, 30 de novembro de 2009

PV Nacional debate situação crítica no RS

Imagem: PVCampo Bom/RS
PV Nacional debate situação crítica no Rio Grande do Sul
Direção Nacional do PV formou uma comissão neste final de semana em Florianópolis para decidirem sobre reivindicação dos militantes e ativistas Verdes filiados ao PV/RS que pedem o afastamento do atual Presidente, Edison Pereira, do comando do PV no Rio Grande do Sul.
O Partido Verde do Rio Grande do Sul está em um processo de re-estruturação e isto foi confirmado no Encontro dos Verdes da região Sul em Florianópolis/SC, onde se reuniram Verdes do RS, SC, PR e SP neste sábado (28/11). As situações nos Estados foram expostas, onde pode se observar que a situação é similiar a do RS em outros pontos da federação.
A maior queixa dos militantes ativistas é a falta de ações e diálogo com as bases do partido.
O Partido Verde do RS foi o que apresentou o tensionamento maior, segundo as informações enviadas pelos Verdes presentes ao evento, na praia do Morro das Pedras. Como forma de avaliar a "contenda" que já dura meses aqui no Estado, cada lado teve dois representantes se manifestando sobre o tema espinhento que fora colocado na pauta deste encontro, quando a disputa pelo comando do PV no RS está novamente na mão e sob decisão do Comando Nacional do Partido Verde.
Edison Pereira, ex-candidato a Vice de Jair Soares (PP) e depois a Vice de Luciana Genro (PSOL), com mais de seis anos comandando o PV/RS tem como seu maior adversário, Marco Santos, o Mikonga, presidente do PV de Campo Bom e ativista ambientalista Verde, que apresenta sua intenção de disputar a liderança do PV em nome da mudança e contando com o apoio dOs Verdes que defendem as decisões pela base do Partido Verde, e que se manifestaram através de duas cartas (Carta de Gravataí) e de Porto Alegre, assinadas por dezenas de militantes importantes e de simpatizantes do PV/RS que pediram a saída da atual executiva e a apresentação de identidade própria aos gaúchos no pleito de 2010.

Fonte: Rede Os Verdes/PVCampo Bom-RS
SAIBA MAIS SOBRE O ASSUNTO:

27 de agosto de 2009 N° 16075
PÁGINA 10 ROSANE DE OLIVEIRA
Insurreição verde
O ingresso da ex-ministra Marina Silva desencadeou uma rebelião na seção gaúcha do PV, um partido minúsculo no Estado.
Um grupo liderado pelo secretário de Comunicação do PV, Marco Santos, conhecido como Mikonga, quer tirar Edison Pereira da presidência do partido. Mikonga afirma que a intenção é aproveitar o momento para refundar o PV e garantir democracia interna.
Segundo ele, a atual gestão é “ditatorial” e impede a conquista de novos filiados.

Nenhum comentário: