quarta-feira, 28 de outubro de 2009

ONU: Mais de 300 mil crianças morrem por ano no Sudão de causas evitáveis

Imagens: PobrePampa
ONU: Mais de 300 mil crianças morrem por ano no Sudão de causas evitáveis
Mais de 300.000 crianças menores de cinco anos morrem todos os anos no Sudão de "causas evitáveis", 110.000 delas em seu primeiro mês de vida, afirmou a chefe do Unicef para o país africano, que também fez um alerta para a quantidade de mulheres que morrem no parto. "Temos 305.000 crianças menores de cinco anos que morrem a cada ano por causas evitáveis (...). Entre elas, 110.000 morrem durante seus 28 primeiros dias", declarou Nils Kastberg, chefe no Sudão do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). O Sudão, maior país da África, tem 39 milhões de habitantes. O Sul do país tenta cicatrizar suas feridas depois de 22 anos de uma guerra civil com o Norte que terminou em 2005. Entretanto, luta uma guerra desde 2003 na região ocidental de Darfur, perto do vizinho Chade. Segundo estimativas da ONU, cerca de 300.000 pessoas já morreram no conflito em Darfur, mesmo número de crianças mortas por ano em todo o país. "Chegamos quatro semanas tarde demais para salvar suas vidas. A questão não é saber o que podemos fazer em cinco anos, e sim o que fazemos nas quatro semanas que se seguem ao seu nascimento", destacou Kastberg. As crianças morrem principalmente de malária, diarreia e infecções respiratórias, segundo Kastberg, que também alertou para os graves problemas de desnutrição que tornam os bebês mais vulneráveis a estas doenças.
Fonte: Cinderela se Rebela/AFP

Nenhum comentário: