sábado, 19 de setembro de 2009

Qual o limite da decepção?

"Eles já apequenaram o IBAMA. Já compraram a maioria das pequenas ONGs. Fizeram dos órgãos ambientais plataformas para candidaturas. Qual é o limite de irresponsabilidade dos nossos governantes?"

Qual o limite da decepção?

Maria Tereza Jorge Pádua é fundadora da Funatura, membro do Conselho da Fundação O Boticário de Proteção à Natureza e da comissão mundial de Parques Nacionais da UICN
As modificações draconianas das normas ambientais, em especial aquelas concernentes ao Código Florestal em vigor no país, ou seja, Lei 4771 de 1965, já se banalizaram a tal ponto que sequer as organizações ambientais mais ferozes estão se mobilizando. É muito preocupante se assistir à derrocada do setor ambiental, sem que a população seja bem informada pela mídia, a ponto de reagir. As próprias autoridades constituídas para cuidarem do meio ambiente propõem constantemente resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) e modificações da legislação em vigor abrindo as Áreas de Preservação Permanente (APPs) e as Reservas Legais, para não falar de uma corriqueira mudança de categorias de unidades de conservação das mais restritas para as menos restritas.
Leia mais em O ECO, Click Aqui

Nenhum comentário: