domingo, 16 de agosto de 2009

Gripe A H1N1 mata mais um indígena no país

Imagem: Outra Amazônia Possível
Confirmada segunda morte de indígena por gripe suína
A prefeitura de São Vicente, no litoral paulista, confirmou hoje a morte de uma criança de 3 meses da aldeira Xixová – Japuí, causada por gripe suína. Depois de quatro dias internado no Hospital Guilherme Álvaro, em Santos, o bebê morreu no último dia 07.

Para proteger as comunidades, a Fundação Nacional do Índio (Funai) suspendeu temporariamente todos os pedidos de visitas em terras indígenas. Além disso, o órgão recomenda que os índios não saiam de suas aldeias para ir a cidades ou até mesmo a outras tribos.
A prefeitura de São Vicente informou ainda que a mãe da criança, de 32 anos, também esteve internada com quadro de pneumonia, mas já foi liberada porque não foi confirmada a presença do vírus influenza A (H1N1). Além dela, mais quatro pessoas da mesma tribo estão sendo monitoradas pelas autoridades sanitárias locais. Ainda não foi confirmado como a criança contraiu o vírus mas, segundo a prefeitura, os indígenas têm contato com outros povos porque andam pelas cidades próximas vendendo artesanatos.
Segundo a Funai, essa foi a segunda morte, entre os indígenas, causadas pela gripe suína. O primeiro caso foi na aldeia Kaigang, em Santa Maria (RS). A vítima era um homem que acampava ao redor das cidades próximas, também para vender artesanatos.
Fonte: Narjara Carvalho/Em > http://www.jornalosollo.com.br

Nenhum comentário: